Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a dESarrumada

Citações minhas: "eu se não gostasse de meter aqui baboseiras pessoais já há muito que não tinha um blog... é que sinceramente, não tenho mais nada de interessante para escrever."

a dESarrumada

Citações minhas: "eu se não gostasse de meter aqui baboseiras pessoais já há muito que não tinha um blog... é que sinceramente, não tenho mais nada de interessante para escrever."

28
Fev15

Um dia destes faço dieta... hoje é o dia.

Comecei há alguns dias a fazer dieta, mas daquelas mesmo a sério. Com direito a pequenos almoços saudáveis, troca de chocolates por frutos secos, nada de gulodices depois de jantar e... produtos de emagrecimento! Admito, nunca tinha usado nada disto, e até era contra, mas agora sinto que isto, pelo menos, faz um efeito placebo desgraçado, e como fui obrigada a gastar dinheiro nisto sinto-me motivada a diminuir as porcarias que como!

Deixo-vos uma foto dos comprimidos utilizados.


 


IMG_20150221_203339.jpg


 


Basicamente, tenho que tomar 2 geleias com 1 copo de água grande todos os dias depois do pequeno almoço. O objetivo é drenar impurezas e activar os mecanismos de perda de peso (assim de forma muito resumida).

Já noto algumas diferenças a nível de diminuição do inchaço, mas o meu objetivo é perder entre 7 a 10 kg. Todos ganhos nos últimos meses desde que saí de Portugal. Malditos chocolates e queijinhos bons que gosto tanto! Porque fazeis tão mal às ancas e barriga?

Wish me luck ma people!!! 

ps: Meninas, ou meninos nunca se sabe, alguém conhece um bom creme reafirmante para as coxas? Não quero cá peles penduricadas...

28
Fev15

Assuntos que estão na moda #4: afinal de que cor é o vestido?

Já muita gente deve ter ouvido falar na famosa história do vestido que muda de cor, ora é azul e preto, ora é branco e dourado. Eu já o vi das duas cores, mas quase todas as vezes que olho para ele, ele está AZUL E PRETO!
Sinceramente, acho um fenómeno estranho, mas mais ridículo é isto estar a tornar-se tão viral. Isto só mostra mesmo o poder da internet para espalhar notícias completamente inúteis. E as coisas que realmente importam? Essas ficam na gaveta...


preto e dourado.jpg


 

28
Fev15

Artigos parvos #3: Fecharam filha em palheiro para evitar namoro

Segundo uma notícia do Jornal de Notícias, um casal chinês fechou a filha num palheiro durante 6 anos, para evitar que ela namorasse. Segundo eles, ela tinha uma doença mental!

Aqui a notícia.

Doença mental? Só se tiverem os pais! Fecharem a filha para evitar um namoro? E que tal arranjarem um médico psiquiatra, um psicólogo ou alguém da área médica que possa ajudar a filha deles??? E se ela tinha namorado, e ele a aceitava como era, porquê fecharem-na? Há coisas que não percebo.


 


Infelizmente cada vez mais perco esperança na sanidade mental das pessoas. O mundo está perdido. Façamos um minuto de silêncio em nome destas "pessoas" com cérebro de camarão. 

27
Fev15

Desafio-te para fazer uma história com bué da blogs!

Após ser desafiada pelos fabulásticos blogs umacartaforadobaralho e blogdocaixote, decidi também contar uma história com nomes de bué da blogs. Ora força, divirtam-se!

"Sempre fui uma aventureira de meia tigela, e como tal gosto de experimentar coisas novas! No meio de uma tempestade de ideias, lembrei-me de lhe propor fazer sexo em cima da máquina de lavar, uma ideia simples e nice! Subimos para a dita cuja máquina, ele levantou-me a mini-saia e kruzes kanhoto! Ele não tinha preservativos. E agora? Sei lá! Continuámos. Ele, um moço cheio de taras e manias, que me saiu uma carta fora do baralho, saca do vergalho e começamos as nossas voltas!
No meio de desabafos mudos, ele puxou-me o cabelo e deu-me um tapinha na bunda. Stay strong, pensei. A desarrumada nunca dá parte fraca! 
Como que achando que o serviço estava incompleto, sugeri-lhe irmos para a minha one size bed, para ficarmos mais aconchegadinhos.Fica chique chamar as camas de nomes em inglês certo?? Naquela cama eramos só possuídos, e por isso não houve cá bla, bla, bla. Ele afinfou-me bem, e eu a ele também não lhe dei descanso.
Numa amena-cavaqueira após o acto, disse-lhe: um dia faço um blog para contar a loucura da minha vida!
E ele respondeu: com essa imaginação de caca? Só se for o blog do caixote. Acabei com ele, estúpido aluga-se!
3 meses depois...
Andava eu numa espécie de vida, ao entrar numa loja chamada "o mundo dos queijos", fiquei super mal disposta! Devo ter comido alguma coisa imprópria para consumo. Espero não ter sido aquele arroz doce e canela que a minha avó deixou feitinho na mesa e que eu comi de rajada ainda quente.
Mas não, parece que estava grávida! Mamma mia, I made people!!! Ai a minha puta de vida, estou desgraçada, pensei. É o que dá não aprender uma coisa nova por dia, se tivesse aceitado fazer anal nada disto tinha acontecido. Muito me contas desarrumada, mas agora sou mãe solteira e gosto!!! E foi isto, um pequeno relato da vidinha de uma gaja."

Obrigado a todos por terem blogs tão fantásticos! ... não se esqueçam de arrumar o quarto!

27
Fev15

Paixão platónica: onde estás??

Apesar de um dia querer abordar este assunto com alguma minúcia, hoje quero apenas perguntar: é possível apaixonar-me por alguém que só vi num vídeo de música? É que este mocinho aqui, faz o meu estilo dos pés à cabeça. Pena estar apaixonado pela miúda do vídeo. Lado positivo, se ele não sabe onde ela está, é sinal que ainda posso ter hipótese.

Onde estás?



 

26
Fev15

Usar ou não usar soutien quando temos mamas XXS? Eis a questão.

Ora bem, fiquei com uma súbita inspiração para falar sobre mamas. Sim, graças ao post de um blog que descobri recentemente, em que a autora faz a seguinte questão: precisamos mesmo de soutien?

Ao contrário da autora do post que li, que vou amavelmente deixar-vos lá em baixo, as minha mamas, se é que lhes posso chamar assim, consistem em duas amostras daquilo que poderiam ter sido altos marmelos, se a adolescência não me tivesse pregado uma partida. Sim, porque aqui a dESarrumada, começou muito bem a desenvolver as suas mamitas com 12/13 anos, mais ou menos na altura que veio o vermelhão (o período, para quem não percebeu). Na altura dei saltos de alegria quando ele veio, porque, não sei bem porque, ter mamas grandinhas sempre foi um desejo meu quando era mais nova, e a chegada do chato mensal e o facto de ser das mais altas da turma e não propriamente magra, fez-me achar que elas estavam aí ao virar da esquina. Tudo associado ao facto da minha mãe ser bem abonada...

Sabem que mais?? ENGANEI-ME REDONDAMENTE!

Os carocitos que doem horrores quando se toca finalmente lá apareceram (sim meninas, vocês devem lembrar-se dessa época), e todas as minhas amigas também tiveram, estavamos todas na mesma fase, e eu pensava "carago, elas vêm aí". Mas não, toda a gente ficou com maminhas, toda a gente começou a usar soutien, menos eu. Estava no 9º ano, e usava daqueles soutiens elásticos às flores, sem aro, que as crianças normalmente usam quando estão na praia. Sim, ouviram (leram) bem, 9º ano! Mais tarde elas engordaram um pouco, mas nada de especial. Basicamente parei no tempo em termos de crescimento mamário. 

Uso copa A, caso alguém esteja curioso.

Deixando-me de dramas, que isto não leva a lado nenhum, descobri com o tempo muitas vantagens em ter as mamas pequenas:

- Correr sem dor nem os marmelos aos saltos (assim, evito ficar com um olho negro);
- Deitar-me de barriga para baixo na cama, na praia, no parque com o portátil, a ler, a navegar na net ou simplesmente a dormir;
- É super fácil, mas mesmo fácil e barato, comprar soutien, mal os experimento;
- É super fácil arranjar camisolas que sirvam na zona do peito (no entanto, não posso usar a maior parte dos vestidos decotados lindos, mas como não gosto de vestidos a coisa até passa);
- Passar numa zona de obras, com grande decote, e não ouvir uma única boca foleira de um trolha (oh jóia anda... ah Zé Manel, esquece, esta não tem mamas);
- As más línguas dizem que é mais fácil ter prazer ao estimular os seios, porque como têm menos volume as terminações nervosas estão mais concentradas (não confirmo nem desminto para não ferir susceptibilidades, if you know what I mean meus malandrecos);
- Cabem numa mão cada uma, sendo por isso mais fáceis de apalpar pelo moço (no entanto, fazer espanholadas está fora de questão, não dá);
- Não sofro de dores nas costas provocadas pelo "excesso de peso mamal";
- Se estiver a comer, não corro o risco das mamas irem parar ao prato (Ups, estou a sentir o mamilo esquerdo quentinho. Ah, é a mama que caiu na sopa!).

Concluindo estas divagações, e para responder à pergunta do título: se podia sair de casa sem soutien? Poder até podia, mas depois notavam-se os bicos e isso é uma coisa um bocado chata.

Peço desculpa às meninas com as mamas como deve de ser, mas nós, as que saímos ao pai, também tínhamos que ter vantagens. Não pode ser tudo mau.

Ficam aqui com o post, que devo declarar aqui como um dos mais brutais que já li.

26
Fev15

Artigos parvos #2: Homens e mulheres não podem ser amigos

Não sei se conhecem a minha "rubrica" (sim, fica chique dizer estas coisas nos blogs), em que pego num artigo parvo e comento. Sim, comento dando a minha opinião ainda mais parva para quem estava com dúvidas.

Uma revista dedicada ao público feminino muito conhecida em Portugal hoje postou isto no Facebook (sim a minha fonte preferida de pérolas):

"Segundo um artigo da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia publicado no jornal Science.Mic. O estudo chegou à conclusão de que homens e mulheres não se compreendem - por exemplo, as mulheres interpretam os sinais de interesse sexual como amizade, enquanto, que os homens lêem os sinais de amizade como interesse sexual.
Concorda?"

Epah, aqui a dESarrumada não concorda, se queres interpretar sinais de amizade como sinais de interesse sexual é porque andas cheio de vontade de mandar uma e já só vez sexo à frente. Ela não te quer papar, provavelmente ou és feio que nem uma bota, ou não lavas os dentes à 3 dias, ou cheiras a suor, ou gostas de ver hentai na cave da casa dos teus pais.

Pelo contrário, se interpretas sinais de interesse sexual como sinais de amizade, das duas uma, ou o gajo é feio que nem uma onça, ou tu andas cega. Porque uma gaja, sabe sempre, mas SEMPRE, quando alguém lhe quer saltar à espinha. Como? Perguntam vocês meus fofuxos. Porque os homens são seres demasiado óbvios, quando querem conhecer uma mulher mais a "fundo" só lhes falta salivar quando a vêem, qual cão a olhar para uma lata de patê de fígado de vaca. Já para não falar do dito cujo, que por muito bem escondidinho que esteja nas calças, ou entalado nos boxers, dá sempre o ar da sua graça numa aproximação mais próxima (sim, isto foi um pleonasmo, who cares?).

E outra coisa, algo que sempre me fez confusão e que me dá uma comichão do caraças... quem é que no seu perfeito juízo dedica tempo da sua vida, em que podia estar na casa de banho a masturbar-se, a fazer este tipo de estudos??

26
Fev15

Comprar ou não o bilhete de regresso?

Gostava de ter ficado acordada por vários motivos, motivos bem mais interessantes do que este. Após vários telefonemas para o meu segundo "paizinho" - colega de trabalho que já percebe bué destas coisas de emigração e o carago, e que tem sido um verdadeiro anjo da guarda - lá consegui comprar o bilhete do meu primeiro voo de ida desde que aqui estou... agora só falta comprar o bilhete de regresso.

Mas esse malandro, admito, vai custar-me mais um pedacinho de coração.

Sobre estas coisas da distância, isto parece que vai ser muito fácil quando saímos a primeira vez, mas já me avisaram que custa mais quando voltamos a segunda vez. E cada vez vai custando mais... ter a família longe custa, mas não me sentir realizada profissionalmente estava a custar mais... afinal, sou jovem e tenho sangue na guelra, quero viver tudo que tenho para viver!

Bilhetes de regresso, odeio-vos tanto.

E daí talvez não, depende daquilo para onde queres regressar. Trabalho mal pago, ameaças de desemprego constante, falta de valorização profissional? Não, obrigada. Vou só ali emigrar um bocadinho e já volto.


netos.jpg


 


"Os bilhetes de regresso são um conceito subjectivo: regresso é quando vais, ou quando voltas? Qual o verdadeiro sentido do regresso? Regressas quando vais ter com a tua família ou quando voltas à terra que te deu oportunidades?"




23
Fev15

Assuntos que estão na moda #3: Sacos de plástico ao preço da baguette

Meus caros, admito que não estou muito por dentro das notícias em Portugal, mas ao que parece, constou-me que os sacos vão começar a ser pagos a 0,10€ cada um (com um limite de espessura pré-determinado). Ou seja, pelo que percebo aqueles sacos transparentes da fruta ainda não se pagam (ufaaa!). 


Agora é aquela parte em que vou começar a rachar a meio, quem não quiser ler que carregue no X vermelho no canto superior direito da página.


Acho muito bem! É um absurdo o que se passa na maior parte dos supermercados portugueses, pessoal a pegar em resmas de sacos, a metê-los dentro de outros sacos só porque "dão jeito para o lixo". Ou então o típico saquinho que só leva 2 latinhas de patê para o gato, acompanhado de outro que leva 6 garrafas de água com gás (para a azia claro está!).


Tenho-vos a dizer, existem sacos próprios para o lixo, que isolam muito melhor e não deixam cair porcaria no chão, tá? São pretos, caso não tenhas reparado, para ninguém ver o esterco que produzes todos os dias. Epah, agora enervei-me... agarrem-me se não vou-me a eles!!!


E acrescento, aqui em França já é normal cada pessoa levar o seu saquinho de papel para as compras, aqui só se vendem em grandes quantidades aqueles sacos grossos reutilizáveis, os pequenos também se pagam como é óbvio. Mas praticamente ninguém pede. 


Aliás, e em jeito de conclusão, se fores a uma padaria vão dar-te a baguette na mão, e não respingas, enfias a viola no saco, que é como quem diz a baguette, e vais para casa todo contente com um pedaço de pão a sair-te da mochila e a espreitar atrás das orelhas. 


bagette.jpg


 


Boa noite que já se faz tarde.

22
Fev15

A desarrumada nos destaques do Sapo?

Meus queridos, hoje venho aqui agradecer ao Sapo Destaques por me ter destacado pelo post "Evolução no Francês para uma Emigrante". Juro que não estava à espera desta surpresa de fim de semana!
Agradeço imenso, espero que continuem a passar por aqui e que vos consiga arrancar sempre umas valentes gargalhadas (ou não).

Prometo solenemente que enquanto tiver uma ligação à Internet disponível e mantiver a (pouca) sanidade mental que me resta vou continuar a brindar-vos com as minhas desarrumações.

Fica aqui o link do destaque, porque claro, estou muito bem disposta hoje.

E não se esqueçam... arrumem sempre o quarto! (sim mãezinha!)


 


destaque2.jpgdestaque.png


 

Pág. 1/4