Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a dESarrumada

Citações minhas: "eu se não gostasse de meter aqui baboseiras pessoais já há muito que não tinha um blog... é que sinceramente, não tenho mais nada de interessante para escrever."

a dESarrumada

Citações minhas: "eu se não gostasse de meter aqui baboseiras pessoais já há muito que não tinha um blog... é que sinceramente, não tenho mais nada de interessante para escrever."

30
Nov15

M.J. inspira #2: o uso do bidé

A simpática da M.J. tem deixado uns temas suuuuuper interessantes no seu blog para a malta que tem pouca imaginação (como eu claro está) se inspirar e dar uso aos neurónios e aos dedos (ainda estou a falar de escrever no blog seus malandros!).



bidé.jpeg


 


Eu cá como gosto deste tipo de coisas - avacalhar sobre um assunto completamente fútil - tinha que entrar na cena.



" Caros habitantes do futuro, eu dESarrumada, deixo-vos esta carta muy bien concebida para vos falar de um assunto de premente importância: o bidé. Mais utilizado para lavar a patarreca feminina e o mastro masculino (adoro pleonasmos!) com o uso do famoso método do "chlap chlap". Em que consiste este método perguntam vocês?


Pois bem, o método do "chlap chlap" consiste em atirar água para as partes íntimas (espero que vocês tenham algo deste género no meio das pernas porque isto dá um gozo que nem vos digo nem vos conto). A água é atirada com a mão em forma de concha, tarefa extremamente difícil com uma só mão porque normalmente toda a gente tem preguiça de molhar as duas, para humedecer. Após o lugar estar extremamente húmido colocamos um produto de lavagem da nossa preferência, pode ser em sabão, gel, spray e pó para os mais afoitos; e depois toca a aplicar o "chlap chlap" como se não houvesse amanhã.


A maior parte das pessoas, já que estão, aproveitam para bater uma ou coçar o grelinho. Eu cá não faço destas coisas porque moro em França e, apesar de ter sido este povo a inventar esta tão útil ferramenta, eles já não usam o dito-cujo nas suas "toilettes" e portanto no último ano a minha vida tem sido dura sem poder dar uso ao meu querido bidé.   


Despeço-me com a máxima consideração, esperando que tenham percebido bem a utilidade desta bacia de porcelana. Desejo sinceramente que vivam num mundo em que o nudismo é aceite em todos os países e a todas as horas (excepto quando está frio, mas com o aquecimento global no seu auge aposto que o frio certamente não será um problema para o vosso povo).

Beijinhos na bunda (se tiverem uma)!
A dESarrumada"


29
Nov15

Zumba com sabor português.

Hoje acordei cedinho para ir Zumbar. Sim, quem é que acorda cedo a um Domingo para ir fazer Zumba? Aqui a dESarrumada que não tem amor ao seu soninho de beleza.
Ora bem, a professora é espectacular, a aula estava a correr bem como de costume, qual não é o meu espanto quando começo a ouvir português na letra da música... e passado um pouco... ouço a voz da Ana Malhoa!
Não é possível! Pensei eu. Sim, foi possível. Hoje comecei o dia a ouvir kuduro cantado pela Ana Malhoa. Podia ter sido pior.

28
Nov15

O post-it da felicidade.

Era uma vez um colega de trabalho, que antes de tudo foi um amigo, daquelas pessoas que achava que iria ficar para a vida. Como me enganei.


Esse colega, talvez por ser da mesma nacionalidade e por ter visto uma progressão profissional aqui da je mais rápida que a dele - não sei, mas parece-me que é verdade - ficou revoltado, os fusíveis começaram a queimar e decidiu armar-se em monte de estrume e ser parvo todos os dias.  


Ora bem, esta história seria fácil de resolver - caga nele e segue com a tua vida dESarrumada - se o dito cujo não andasse sempre a meter-se no trabalho dos outros, a dizer coisas à frente de uns e a desmentir ou negar à frente do chefe. Sim, é impossível ignorar uma besta destas, vocês concordam.


Entre outras ideias, já surgiu o meter-lhe um prego debaixo da roda do carro. Mas isso seria num caso extremo de revolta, e eu cá como gosto de me manter zen acima de tudo, só o farei em última necessidade e se me apetecer dar umas boas gargalhadas. Para já comecei por eliminar as fotos que tinha na parede do quarto em que ele aparece. Uma delas em que ele aparecia em bom plano cortei-a em pedacinhos com uma tesoura e foi directa para o lixo. A outra, tinha bastante gente que gosto e uma pessoa que não gosto. Qual foi a solução encontrada?
Peguei num post-it, desenhei-lhe um smile e colei em cima do focinho da pessoa que não gosto. E pronto, está resolvido o problema! Aquela fronha feia não incomoda mais ninguém...


smile.png


 

27
Nov15

A minha relação com o blog.

Admito que lido com isto de forma despretensiosa. Gosto de vir aqui mandar umas bojardas de vez em quando, despejar as frustrações ou falar de algo extremamente parvo que vi.


Não faço dinheiro com isto (sejamos sinceros, que raio de marca iria querer publicitar os seus artigos aqui?), não respondo aos comentários de forma regular e leio os mails de 3 em 3 meses. Sim, choquem-se! Eu não vivo para o blog. Mas sigo os outros de forma atenta. Gosto de vir aqui e ler dois ou três artigos algumas vezes por semana.


Quando me sinto mais inspirada chego a deixar artigos programados para postar nos dias seguintes (fica feio deixar um flood de posts de uma vez só quando cá venho não é?). Não me stresso por causa disto, mas admito que houve uma altura que estava quase a fritar a pipoca por causa do blog. Sentia-me culpada se não respondesse aos desafios ou não "tagasse" alguém que achei extremamente espectacular. E cheguei a ficar triste por não pertencer ao grupo da malta fixe, a malta que faz tags em conjunto e essas coisas... por mim e para mim, decidi aderir ao famoso "faz o que puderes, quando puderes e se quiseres".


Não é por mal amigos, eu adoro-vos e já conheci aqui pessoas espectaculares. Mas faço-o por mim e pela minha saúde mental. De uma forma geral já passo bastante tempo agarrada ao computador, se ligasse a isto 100% como vejo muita gente a fazer, dava em maluquinha. Sinceramente admiro quem está sempre pronto a responder aos comentários e desafios constantes, acho brutal visitar um blog que tem conteúdos novos e interessantes diariamente, não sei é como conseguem! De qualquer forma isso não é para mim. Gosto muito disto mas não todos os dias. 

27
Nov15

Porque joguei no Euromilhões esta semana?

Porque estou farta de não ser milionária.
Porque queria ir passar umas férias bem boas no Tahiti.
Porque queria ter um closet do tamanho de duas despensas comuns.
Porque ter dois pares de malas e três pares de sapatos não chega para ser "in".
Porque toda a maquilhagem do mundo não chega para esconder estas olheiras.
Porque voltava logo para Portugal e passava o resto dos meus dias numa esplanada a beber minis.


Estava convencida que ia ganhar. Tive O feeling. Senti-o nas entranhas.



Uma estrela. Acertei uma estrela.

20
Nov15

Atentem nestes termos de pesquisa se faz favor.


  1. desarrumada - 6

  2. pipocas ao domicilio - 3

  3. chupa-me a pila toda - 2

  4. beijei-lhe a pila - 1

  5. Muitas mulheres so querem umas quecas uns passeios e mais nada - 1


    ___________________________________________________


Estou incrédula. Uma pessoa veio aqui parar porque queria alguém para lhe chupar a pila toda, outra queria contar a história de ter beijado a pila toda a alguém (actividade interessante diga-se de passagem!), outra veio porque queria pipocas ao domicílio (devia estar desesperada para ver um filme e não tinha milho em casa!) e outra, deve ser um homem frustrado na busca do amor da sua vida mas que no fundo, no fundo, não deve valer um caralho, e depois vem-me p'raqui pr'os blogs dizer que as mulheres só querem passeios e quecas. 

O moço dos passeios é capaz de ter razão numa coisa... relativamente às quecas, desculpa desiludir-te meu caro, mas elas só dão as quecas contigo para tu as levares a passear! [toma lá!]

Divirto-me bué com estas coisas!

18
Nov15

Estou de volta minha gente!

Para as alminhas simpáticas que se preocuparam comigo venho hoje deixar-vos um:

"Olá, estou bem! ;) Quando os atentados começaram já estava em pleno voo, por isso safei-me de quase não ter saído de França. Entretanto para voltar tive que passar por um controlo mais restrito no aeroporto, mas correu tudo bem."

Sim, esta é basicamente a resposta que tenho dado a toda a gente que sabe que estou em França e que se preocupou comigo. É bom ter conhecimento que existem pessoas que se preocupam com o nosso bem-estar, quer na vida real, quer no blog.



Obrigada pela preocupação, depois conto-vos as novidades todinhas desta minha visitinha de médico a Portugal. Pista: uma das novidades envolve os assuntos do coração e é uma novidade boa 

Beijinhos na bunda!

Pág. 1/2