Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a dESarrumada

Citações minhas: "eu se não gostasse de meter aqui baboseiras pessoais já há muito que não tinha um blog... é que sinceramente, não tenho mais nada de interessante para escrever."

a dESarrumada

Citações minhas: "eu se não gostasse de meter aqui baboseiras pessoais já há muito que não tinha um blog... é que sinceramente, não tenho mais nada de interessante para escrever."

17
Nov16

Desarrumações minhas.

Problemas de merda no trabalho. A visita da petite que está de volta (Ou seja, este fim de semana não estarei sozinha! Quem segue o blog desde o início sabe que quando vim para França vim com outra rapariga portuguesa no avião, conhecemo-nos no aeroporto... entretanto ela mudou-se para a outra ponta de França e eu fiquei aqui no fim do mundo!)

Adivinha-se um fim de semana bom, mas no trabalho aquilo está uma valente bos - ta! Tudo por culpa do chefe que é um panhonha de merda. Estou-lhe com uma raiva. Não fosse eu ter assinado um contrato que me obriga a ficar aqui mais tempo porque eles me pagam uma formação, e bazava daqui a um mês. Só situações de merda em que me tenho visto metida (excepto a formação, isso vai ser bom, juro que se não fosse isso já tinha ido embora!).

O Natal prêve-se de solidão... os últimos 2 passei com a petite, neste nem uma alma penada vou ver. E até trabalho esse fim de semana...

Eu bem que tento usar a lei da atracção, a visualização e todas essas coisas new-age para atrair coisas boas para a minha vida e fazer o universo conspirar a meu favor. Nalgumas coisas funciona, noutras estou a apanhar do ar.

Venham mais dias felizes, é o que desejo.

03
Ago16

E como estás de amores dESarrumada?

Olhem meus caros, isto é assim, eu adooooro ler fofoquices amorosas nos blogs dos outros. E isso fez-me pensar que ultimamente não tenho falado muito nisso (longe vão os tempos em que era uma porca javarda nos meus posts, pode ser que isso volte, com calma havemos de lá chegar!) Acho que foi o desgosto amoroso que me meteu assim mais "calma" e desmotivada para os assuntos do "amor".

Continuando...

Antes de vir para França tinha um namorado de um ano, ele exercia a mesma profissão que eu, podíamos ter sido felizes, ele falava em ficar comigo, casar, termos babies, ter uma casa na serra e outra na praia. A vida perfeita! E a dESarrumada faz o quê? Manda-o dar uma volta e vai para França sozinha. Decisão parva? Quem sabe! A esta hora podia estar com 3 anos de relação e a escolher a quinta do copo de água. Quem me manda ser burra?

Vim para França, estive aqui alguns meses feliz da vida, solteira e boa moça, e comecei a falar com um moço que já conhecia de vista de Portugal, as coisas foram acontecendo, vi-o numas férias minhas, o sexo era do mais gostoso que já tive, e pumba...! Começámos a namorar... ainda por cima sinto que fui eu que "forcei" esse rótulo, ele não estava muito para aí virado... Quem me manda ser burra? Podia ter ganho um moço jeitoso e bom na cama para dar umas voltas quando vou de férias a Portugal, mas nããããão... a coisa correu mal (estava-se mesmo a ver que duas pessoas tão diferentes e tão longe não ia correr bem, não estava?).

Discutíamos por tudo e por nada, as visões da vida eram completamente diferentes, eu gosto de planear, planear, planear, ele é mais do género de "deixar andar". E eu, meus caros não me levem a mal, mas detesto "deixar andar". Gosto de ter as situações da minha vida minimamente planeadas. Rompi com ele há algumas semanas (quando criei este segundo blog), no início custou imenso, sentia saudades dele a torto e a direito, mas acreditam que agora até me sinto aliviada??

Recentemente ando de olho num moço que trabalha no banco, louro, olhos azuis, sempre que vou lá mete-se comigo. E sabem que mais? Tem origens portuguesas, o que para mim seria um bónus. Não faço ideia se tem alguém, mas vou ficar atenta ^^

A verdade é que este moço, que pode até não dar em nada, fez-me despertar coisas em mim que já há algum tempo não sentia. E sinto coisas palpitantes naquele sítio que vocês sabem bem... Vou ficar atenta, tentar arranjar informações sobre ele e vou contando por aqui todos os desenvolvimentos!

Só sei que da próxima vez que encontrar alguém não vou ser burra. Não há cá forçar uma relação, isso acabou-se. Só volto a entrar numa relação se o elemento do sexo masculino estiver verdadeiramente interessado e o provar! Acabou-se a ingenuidade e o querer ter o "conto de fadas". Já sei que o conto de fadas não existe, ainda menos se for forçado.