Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a dESarrumada

Citações minhas: "eu se não gostasse de meter aqui baboseiras pessoais já há muito que não tinha um blog... é que sinceramente, não tenho mais nada de interessante para escrever."

a dESarrumada

Citações minhas: "eu se não gostasse de meter aqui baboseiras pessoais já há muito que não tinha um blog... é que sinceramente, não tenho mais nada de interessante para escrever."

16
Jun17

Nem vale a pena.

Desisto. Esta semana a nível alimentar está a ser a pior do ano... se é que conseguiria atingir mais fundo do que comer chocolates no carro e chorar.

Até ao dia 23, dia de exame, nem vale a pena tentar recuperar a minha sanidade de volta. Foda-se isto tudo. Vou só ali comer mais um Magnum double caramel e já volto. 

Comprei uma caixa com 4 gelados e já comi 3. Mais dois croissants com chocolate. E uma lasanha. 

07
Jun17

De vez em quando faço umas pausas na dieta e a coisa corre mal.

Esta semana estou em casa para estudar. E nada melhor que uma semana em casa para meter o regime alimentar em dia. Consegui avançar uns livros que tinha encomendado e já tenho outros na lista (já agora, se souberem de livros interessantes sobre paleo/low carb/pegan, digam).

Mas, como já é costume aqui para estes lados, na semana antes do período - ele diz olá dentro de 4 dias - tenho uma daquelas vontades incontroláveis de açúcar! E quando isto acontece pufff lá se vai o auto-controlo e pela primeira vez em 4 dias, comi algo com açúcar: uma embalagem inteira de gelado de menta com pepitas de chocolate!!!! Escusado será dizer que hoje me sinto extremamente mal, com dores de barriga e a cabeça com aquela sensação de "um camião acabou de passar aqui por cima com as rodas de trás".

Hoje já volto a ser séria na alimentação, foi só um pequeno percalço no caminho. Up, up, com este tipo de vídeos a motivação fica em alta! Para o estudo e para a dieta!

 

 

 

08
Dez16

Amanhã faço dieta... hoje é que não me apetece.

Já dizia o querido Herman... ele é que tinha juízo. Passo a explicar a minha situação. No início do ano pesava 64 kg e queria perder 4 para chegar aos 60 kg, o peso com que acabei a universidade, já lá vão 3 anos. A meio do ano, ali para os lados de Junho, sabem? pensei para comigo: "bem, a dieta está a correr bem, estás com 66 kg. Se calhar baixavas a tua meta e tentavas só emagrecer até aos 62 kg, é um objectivo mais realista e assim não ficas frustrada..."

Depois do Verão, continuava ali nos 66 kg. O objectivo dos 62 kg continuava.

Mas agora, agora meus caros, estou com 69 kg. Imaginam qual é o meu objectivo de dieta até ao final de 2016?

Chegar aos 66 kg? Chegar aos 64 kg? Chegar aos 62 kg? Quem dá mais? Quem dá menos?

Pois bem, visto a tendência anual, o meu objectivo é não passar para lá dos 70 kg, dê por onde der, aqueles rissóis de camarão deliciosos da minha mãe vão ter que esperar para depois do final do ano. 

 

#fuckmylife #éem2017queficoboa

14
Out16

Ainda sobre dietas... #3

Serei o único ser humano adulto que vai a correr, depois do trabalho, ao supermercado comprar daqueles iogurtes de chocolate da Nesquik e depois se fecha na cozinha e não descansa enquanto não comer os 6 seguidos?

Depois queixo-me que engordo... fica já aqui escrito (para quem ainda tiver paciência de ler sobre isto) que, depois da missão "este ano fico boa 2015" e da missão "este ano fico boa 2016", declaro oficialmente aberta a missão "este ano fico boa 2017, mesmo a sério".

Bora deixar de comer o que se gosta e viver uma vida miserável mas saudável? Bora!

#esteanoficoboa #mesmoaserio

22
Ago16

O que eu pensei hoje sobre dietas.

Cheguei hoje das férias, pesei-me. Estou literalmente com mais 4 quilos do que há duas semanas. Dois deles devem ser retenção de líquidos (espero!) 

Pus-me a pensar sobre dietas durante as férias. O facto de pessoas como eu, a minha mãe e a minha avó (só assim três exemplos que me vieram à cabeça de repente!) conseguirem ter uma alimentação saudável durante todo o ano, mas depois durante as férias (Verão e Natal para mim!) a dieta derrapa e caímos por aí abaixo numa montanha de desculpas... esfarrapadas.

"Ai e tal, nunca bebo Coca-Cola* mas beber quase 2 litros por dia durante as férias parece-me perfeitamente razoável!"

"Ai que aqueles rissóis estão tão bons, normalmente não como fritos, mas estou de férias e se comer 8 seguidos o corpo nem sente!"

"Ah que o Magnum Double Chocolate* até é bem bom, e como está um calor dos diabos, se comer 2 por dia nem tem mal".

Isto todos os dias, durante 14 dias, 2 vezes por ano. Não há controlo, não há bom senso, não há nada. Depois ando pelo menos dois meses a "correr atrás" deste "estrago". Digam-me se acham isto normal? Não acho, mas toda a gente o faz nas férias.

Ah e tal, porque ter uma alimentação saudável durante a época de trabalho até é fácil, estamos equilibrados, temos uma rotina, mas quando saímos da rotina manter a alimentação saudável já é chato, uma maçada. Porque aparecem os "apetece-me tanto", "que s'a lixe é só esta semana", "ah e tal depois faço detox".

Sim, meus caros, durante todo o ano é fácil, mas experimentem fazer dieta durante as férias. Isso sim é lixado. Que atire a primeira pedra quem nunca comeu pizza com restos de presunto ao pequeno-almoço nas férias! Quero ver quem se "astrebe"!

*não são publicidades, são mesmo coisas que gosto muito de comer/beber no verão! Quem me dera ser paga por estas marcas só para falar nelas no blog assim como quem não quer a coisa. Não andava aqui a aturar este chefe de certeza...

03
Jul16

Dilemas: desarrumada ensina como conseguir o beach body.

Hoje estava nas compras. Após meter tudo que precisava no carrinho dirigi-me ao corredor das batatas fritas qual zombie controlado por uma força das trevas. Peguei num daqueles pacotes cilíndricos de cor verde e sabor a queijo e cebola, sabem quais são não sabem?? E meti no carrinho. 


Comecei a dirigir-me à caixa para pagar. Chegando a meio do caminho, e tal qual criança que acorda para a vida e vê o mundo pela primeira vez, dei meia volta, voltei ao corredor das batatas fritas, deixei o pacote na prateleira à qual pertence e virei costas.


 


Adeus pecado, vemo-nos no inverno.